O aparelho ortodôntico é muito utilizado pelos ortodontistas para alinhar dentes tortos e corrigir problemas mandibulares. É muito comum que adolescentes façam uso de aparelho, mas adultos também podem usar. Nesse artigo vamos falar sobre aparelho ortodôntico autoligado: tudo o que você precisa saber, então continue lendo e tire todas as suas dúvidas!

QUAIS SÃO OS TIPOS DE APARELHO ORTODÔNTICO?

Antes de falarmos sobre o aparelho autoligado, vamos falar sobre os principais tipos de aparelhos ortodônticos:

Aparelho fixo metálico

Esse tipo de aparelho ortodôntico é o mais conhecido do público e tem como objetivo fazer com que os dentes sejam, gradualmente, alinhados. Ele é composto por fios, bandas, braquetes (que são aquelas peças quadradas de metal coladas em cada dente) e borrachinhas, que podem ser coloridas ou transparentes.

Aparelho fixo estético

Os aparelhos fixos estéticos são aqueles com braquetes transparentes. Os aparelhos transparentes podem ser aqueles de:

Policarbonato: é feito com resina plástica, tem braquetes maiores e é menos resistente.

Porcelana: os braquetes são menores e mais resistentes que o modelo de policarbonato. A principal vantagem desse tipo de aparelho é que as peças não ficam amareladas com o tempo.

Safira: é o mais caro, entretanto, é mais fácil de higienizar e é mais resistente. Os braquetes são feitos com porcelana monocristalina, que se tornam quase imperceptíveis nos dentes.

Aparelho lingual

O aparelho lingual é mais discreto, entretanto, semelhante ao modelo fixo convencional: é confeccionado com material metálico, bráquetes, fios e borrachinhas. A diferença é que ele é colocado do lado interno dos dentes, possibilitando que o paciente faça todo o tratamento sem mostrar que usa aparelho. Também é muito utilizado por atletas, para evitar acidentes caso haja algum impacto no rosto.

Alinhador Transparente

Esse é o tipo de aparelho mais moderno que tem no mercado ortodôntico. Isso porque eles são confeccionados com ajuda de tecnologias específicas, sob medida e de acordo com a arcada dentária de cada pacientes.

A troca dos alinhadores, de acordo com a necessidade de movimentação dos dentes, é feita em casa e de acordo com as orientações do dentista.

O alinhador transparente é recomendado para casos mais simples de desalinhamento dentário e costuma ser mais caro que os aparelhos convencionais.

 

 

E O APARELHO AUTOLIGADO? O QUE É? 

O aparelho autoligado é uma tecnologia moderna para correção dentária. A principal diferença em relação ao aparelho tradicional é que o autoligado não faz uso das tão conhecidas borrachinhas coloridas. As borrachinhas servem para prender o fio do aparelho ao braquete.

No caso do aparelho autoligado, os próprios braquetes são ajustados, em outras palavras, o fio é ajustado direto no braquete, que tem uma espécie de porta que abre e fecha para um encaixe mais prático e com mais benefícios que os proporcionados pelo aparelho tradicional.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS VANTAGENS DO APARELHO AUTOLIGADO?

A principal vantagem do aparelho autoligado é que ele evita o atrito entre o fio e o braquete, assim o ortodontista poderá trabalhar aplicando menos pressão nos dentes, pois o fio fica mais livre. Dessa forma, os resultados são mais rápidos, eficazes e confortáveis para o paciente.

Outras vantagens em relação ao aparelho tradicional são:

  • Tempo de tratamento até 30% mais curto em relação aos aparelhos tradicionais;
  • Tratamento menos doloroso: a força que o aparelho precisa fazer para movimentar os dentes é cinco vezes menor do que a necessária com o aparelho tradicional;
  • Maior conservação dos dentes: menos necessidade de extração de dentes, por proporcionar uma maior expansão da arcada dentária;
  • Mais eficiência: como não tem borrachinhas, não existe quase nenhum risco de rompimento dos arcos ortodônticos do aparelho, assim não há o comprometimento do tratamento.
  • Mais estético: mais discreto e pode ser utilizado braquetes translúcidos.

TIPOS DE APARELHOS AUTOLIGADOS: PASSIVOS E ATIVOS

Nos aparelhos autoligados passivos, o fio não toca o braquete, ou seja, não faz força diretamente nele. Já no ativo, o fio toca diretamente no braquete, que poderá fazer determinados tipos de movimentos, aumentando ou diminuindo o torque nos dentes.

TIPOS DE APARELHOS AUTOLIGADOS

Os aparelhos autoligados podem ser produzidos em metal ou em materiais transparentes, como a porcelana e a safira, que deixam os braquetes imperceptíveis.

O APARELHO AUTOLIGADO DÓI MENOS?

Como já foi dito acima, no aparelho autoligado, os arcos ortodônticos são ligados diretamente aos braquetes, sem a necessidade de borrachinhas. Isso provoca uma diminuição significativa das forças aplicadas sobre os dentes e outras estruturas bucais.

Outro fator positivo é que, sem as borrachinhas, o atrito não só é menor, mas também contínuo. No caso do aparelho tradicional, as borrachinhas se desgastam após alguns dias, fazendo com que a tensão se perca. No sistema autoligado essa tensão se mantém constante e, por isso, os dentes se movimentam de forma mais constante e suave, evitando dores e desconfortos.

O APARELHO AUTOLIGADO É MAIS CARO?

O valor dos aparelhos autoligados varia de acordo com o material, desejado – metálico, de cerâmica ou transparente. Em todos os casos, geralmente costuma ser mais caro que os aparelhos tradicionais, mas há a vantagem de o tratamento ser mais rápido.

EM QUE CASOS O APARELHO AUTOLIGADO É RECOMENDADO?

Os aparelhos autoligados são os mais indicados nas fases de alinhamento e nivelamento, porque permitem que a movimentação dos dentes seja mais rápida e com uma amplitude maior. Por isso, dentes desalinhados, mordidas cruzadas, dentes fora do lugar são resolvidos tipo de aparelho.

CUIDADOS QUE COM O APARELHO AUTOLIGADO

O uso de qualquer tipo de aparelho exige uma atenção extra com a higiene bucal, por isso, separamos alguns cuidados básicos que você deve ter ao usar seu autoligado:

1- Use um passador de fio dental para facilitar e garantir a retirada de alimentos acumulados entre os dentes e na gengiva;

2- Escove os dentes. Para uma limpeza profunda a escova deve ser colocada em um ângulo de 45 graus. Faça movimentos para frente e para trás, massageando suavemente a interseção entre os dentes e a gengiva, evitando assim o acúmulo de restos de comida. Não se esqueça de escovar a língua!

Use escova de cerdas macias e para evitar lesões na gengiva e alcançar bem os dentes mais ao fundo da boca.

3- Use uma escova interdental. A escova interdental é aliada para prevenir e remover a placa bacteriana que pode se formar entre os dentes e os braquetes. O formato em cone facilita a passagem entre uma peça e outra, permitindo limpar a área entre os braquetes.

4- Use um enxaguante bucal ou solução fluoretada. Para completar a limpeza, após o uso do fio dental e da escovação, pode-se usar um enxaguante bucal sem álcool ou uma solução com flúor. Peça indicação ao seu ortodontista sobre a melhor opção.

AGENDE COM A EQUIPE ORAL 360

Para saber a melhor opção de tratamento, procure um dentista especializado, de uma clínica de confiança, como a Oral 360. Opções de aparelhos autoligados e outros modelos que garantem o melhor custo benefício para o seu caso!